Primeiro lugar entre as privadas do Brasil, a Direito Rio obteve um aproveitamento de 74,29%, com 26 dos 35 alunos que participaram do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aprovados. O resultado colocou a Escola na 3ª colocação no estado do Rio e na 13º colocação geral no país.

Dobradinha da FGV. As Escolas de Direito do Rio de Janeiro (Direito Rio) e de São Paulo (Direito SP) ficaram em primeiro e segundo lugar, respectivamente, entre todas as instituições privadas do país no XVIII Exame de Ordem, realizado entre novembro de 2015 (primeira fase) e janeiro de 2016 (segunda fase).

Primeiro lugar entre as privadas do Brasil, a Direito Rio obteve um aproveitamento de 74,29%, com 26 dos 35 alunos que participaram do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aprovados. O resultado colocou a Escola na 3ª colocação no estado do Rio e na 13º colocação geral no país.

“O bom desempenho no Exame de Ordem revela que o projeto inovador da Escola não retirou do aluno a sua capacidade de adaptação estratégica às formas tradicionais de avaliação”, destaca o coordenador do Núcleo de Prática Jurídica da Direito Rio, professor André Mendes.

A Direito SP também obteve um índice expressivo de aprovação. Sete dos 11 alunos que participaram do Exame foram aprovados, o que representa 63,64% de aproveitamento. Além do 2º lugar entre as privadas em todo o país, a Escola ocupa a 4º colocação no estado de São Paulo.

“Esse resultado é o reconhecimento, por mais um indicador, que revela a qualidade do curso. E que se soma a outros igualmente importantes, como a inovação na metodologia e a empregabilidade. Trata-se da confirmação do nosso desempenho nos exames da OAB, o que aponta a excelência na formação de nossos alunos”, afirma o coordenador de graduação da Direito SP, professor Roberto Dias.

Segundo a OAB, mais de 136 mil candidatos participaram do XVIII Exame de Ordem, dos quais 28.963 foram aprovados. Isso representa um índice de aprovação de apenas 21,14%.

Notícias relacionadas

Informamos que o site do FGV Notícias foi incorporado ao Portal FGV em maio de 2017.
O que você deseja fazer?