A FGV é a única representante brasileira entre as 21 instituições de ensino superior cujas escolas de negócio formam a Global Network for Advanced Management – iniciativa da Universidade de Yale que conecta escolas, estudantes, diretores e reitores com o intuito de formar líderes para a economia e sociedade globais.
 

Primeira rede internacional de escolas de negócios, a Global Network for Advanced Management conta com instituições de nações desenvolvidas e emergentes. “Nós estamos criando uma voz mais representativa para os desafios que se apresentam aos líderes hoje em dia e uma maneira mais inovadora de educar os líderes da economia global do futuro”, explica o reitor da Escola de Negócios de Yale, Edward A. Snyder, no site de notícias da Yale School of Management.
 

A EAESP é a escola da FGV escolhida para participar da rede, ao lado de instituições como a Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong e a Insead. A iniciativa é considerada inclusiva pela diretora Maria Tereza Fleury, que falou ao jornal o Estado de São Paulo sobre a rede, seus propósitos e seu caráter de conectividade, colaboração e corresponsabilidade. “A agenda da liga ainda está sendo definida, mas teremos ações das mais diversas naturezas: elaboração conjunta de casos, programas de intercâmbio de curta duração, desenvolvimento de projetos feitos pelos alunos de pós-graduação e MBA, entre outras iniciativas”, revelou Maria Tereza Fleury.
 

Entre as ações já previstas está o novo Mestrado em Administração Avançada, com 12 a 15 vagas para os melhores alunos de pós-graduação da rede cursarem um ano em Yale. A universidade também está desenvolvendo um catálogo online de casos empresariais que estará à disposição das instituições parceiras para uso em sala de aula.
 

Para saber mais sobre a rede, acesse aqui.