"O projeto reúne especialistas que terão como objetivo a análise e apresentação de propostas de melhorias nas mais variadas áreas. No campo tributário, a ideia é apresentarmos um diagnóstico dos problemas e as bases para um projeto de reforma que melhore o sistema tributário do país", destaca a professora Melina.

Com o objetivo de construir um arcabouço de políticas públicas, econômicas e sociais que possibilitem ao Brasil dobrar a renda real por habitante nas próximas décadas, o Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (IPEA) selecionou um grupo de especialistas para contribuir em diferentes temas do Projeto “Desafios da Nação”. Entre eles, estão pesquisadores e professores da FGV que tiveram seus trabalhos selecionados com destaque.

O pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia (IBRE), Samuel Pessôa, ficou com o primeiro lugar na categoria “Política Macroeconômica”. Já os professores Carlos Ragazzo (Escola de Direito do Rio de Janeiro – Direito Rio) e Alketa Peci (Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas – EBAPE) ficaram nas duas primeiras colocações no tema “Risco Regulatório”. Na categoria “Reforma Tributária”, destaque para os trabalhos de Melina Rocha Lukic (Direito Rio) e de José Roberto Afonso (IBRE), que terá auxílio da economista Vilma Pinto (IBRE).

"O projeto reúne especialistas que terão como objetivo a análise e apresentação de propostas de melhorias nas mais variadas áreas. No campo tributário, a ideia é apresentarmos um diagnóstico dos problemas e as bases para um projeto de reforma que melhore o sistema tributário do país", destaca a professora Melina.

De natureza aplicada, o projeto Desafios da Nação do IPEA tem ainda como finalidade balizar os processos estratégicos de elaboração de políticas públicas nas mais diversas áreas nas próximas décadas, auxiliando os policy-makers.

Notícias relacionadas