“Em termos monetários, o Produto Interno Bruto (PIB) em valores correntes alcançou a cifra aproximada de R$ 6,209 trilhões. Este valor equivale a um produto per capita de R$ 30.128,00, inferior ao de 2010, na comparação a preços de 2016 ”, afirma Claudio Considera, coordenador do Monitor do PIB-FGV.

O Monitor do PIB-FGV de fevereiro, mostra retração de 3,6% da economia em 2016, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (IBRE). A economia brasileira chegou, em 2016, ao terceiro ano da mais grave e duradoura recessão jamais experimentada pelo país nos últimos 100 anos.

“Em termos monetários, o Produto Interno Bruto (PIB) em valores correntes alcançou a cifra aproximada de R$ 6,209 trilhões. Este valor equivale a um produto per capita de R$ 30.128,00, inferior ao de 2010, na comparação a preços de 2016 ”, afirma Claudio Considera, coordenador do Monitor do PIB-FGV.

Na análise das atividades, a indústria e os serviços apresentaram variações menos negativas do que as apresentadas no início do ano de 2016. A indústria, que recuou 6,7%, no acumulado em doze meses até janeiro de 2016, encerrou o ano com retração de 3,8%, enquanto os serviços apresentaram desempenho mais discreto saindo de retração de 2,9%, no acumulado em doze meses até janeiro de 2016 para -2,7% no final do ano.

O estudo completo está disponível no site.

Notícias relacionadas

Informamos que o site do FGV Notícias foi incorporado ao Portal FGV em maio de 2017.
O que você deseja fazer?